fbpx

Rede FTTH: entenda o que é e como funciona!

4 minutos para ler

Quando o cliente contrata um provedor de Internet, ele busca por  velocidade e consistência. Nesse sentido, a fibra óptica é uma excelente opção para prover ambas as coisas, uma vez que tem um nível de interferência bem menor em relação aos cabos tradicionais de rede. A arquitetura FTTH pode ser usada para esse fim, tanto em residências, como em escritórios e estabelecimentos comerciais, por exemplo.

Ao longo deste artigo, você vai entender  sobre as características e as vantagens da arquitetura de rede FTTH. Para clientes corporativos, uma conexão à Internet com alta velocidade e disponibilidade significa mais eficiência nos processos, o que impacta diretamente  na produtividade. Logo, a tendência é que esse tipo de projeto seja cada vez mais adotado por empresas de todos os tamanhos.

Ficou interessado no tema e deseja aumentar os seus conhecimentos sobre rede FTTH? Continue a leitura do nosso artigo até o final!

O que é rede FTTH?

A sigla FTTH significa Fiber To The Home, se aplicando tanto a clientes residenciais como corporativos, por se tratar de uma arquitetura em que o cabo de fibra óptica sai da operadora e vai até o lugar onde está o cliente. A implantação ocorre geralmente no modo passivo, por causa da tecnologia PON, ou Passive Optical Network. Em outras palavras, a abordagem passiva praticamente dispensa a necessidade de energia elétrica. No entanto, a PON utiliza dois elementos ativos, que são a OLT (Optical Line Terminal) que fica do lado da central de serviço e a ONT (Optical Network Terminal) que fica do lado do cliente.

Quais as principais vantagens de uma rede FTTH?

Já de início, podemos dizer que existem melhorias significativas na largura de banda, o que impacta a velocidade da conexão. Outras vantagens do uso da rede FTTH são:

  • investimento com alta demanda , uma vez que o seu projeto poderá  suportar novas conexões relacionadas com a Internet das Coisas, por exemplo;
  • serviços de comunicação, visto que a rede FTTH permite diversos fluxos de dados por meio de uma única conexão;
  • tecnologia mais avançada que os cabos de rede tradicionais, cujos dados são transportados em fios de cobre;
  • os aplicativos que serão desenvolvidos já estarão adaptados à rede FTTH;
  • facilidade em encontrar fornecedores que lidam com esse tipo de arquitetura.

Como funciona uma rede FTTH?

Partindo do fato de que em uma rede FTTH os dados transitam na forma de pulsos digitais, ele se torna bastante resistente à interferências, o que confere melhor qualidade de sinal. A central que fornece a Internet pode ser chamada de escritório central ou CO, sendo que ela é responsável por transformar sinais elétricos em pulsos digitais antes de transmitir os dados até o cliente. Ao chegar na outra ponta, há o processo reverso, em que o sinal digital se torna elétrico novamente, por meio de um dispositivo chamado CPE ou Customer Premises Equipment.

Quais as diferenças entre a rede FTTH e FTTx?

O FTTx consiste em uma abordagem generalista, em que o “x” pode significar casa, empresa, ou qualquer outro lugar que seja definido no futuro. Já o FTTH é mais específico, lidando com usuários finais residenciais ou corporativos. Vale ainda salientar que o FTTx é usado em substituição aos cabos tradicionais em que os dados transitam em fios de cobre, sendo que o intuito disso é preservar a velocidade de conexão.

Como foi visto, a rede FTTH conecta a central de serviços a usuários residenciais e empresariais. Essa é uma arquitetura que utiliza a fibra óptica, sendo que esta é responsável pelo fluxo de dados com alta velocidade e poucas perdas ao longo do caminho. Além disso, utiliza apenas dois dispositivos ativos (OLT e ONU), portanto, depende muito pouco de energia elétrica.

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o então nas redes sociais e faça com que mais pessoas conheçam as vantagens da arquitetura de rede FTTH!

Você também pode gostar

Deixe um comentário