fbpx

Qual a diferença entre ONU e ONT?

4 minutos para ler

A internet se tornou algo primordial para o desenvolvimento de muitos negócios. Considerando os serviços oferecidos pelas provedoras, o mercado da fibra óptica vem crescendo bastante nos últimos anos e apresentando rápidas evoluções em infraestrutura. 

A qualidade da fibra óptica é evidente, sua adesão melhorou a velocidade da rede e permitiu o crescimento da capacidade de conexão.  

Essas conquistas são alcançadas através das novas tecnologias, como as ferramentas ONU ONT. Quer saber o que são e as principais características dessa tecnologia? Então, continue a leitura e fique por dentro! 

O que é ONU e ONT? 

Optical Network Unit (ONU) e Optical Network Terminal (ONT) são mecanismos ópticos utilizados para captar o sinal de rede transferido pela Optical Line Terminal (OLT). Esses aparelhos são responsáveis por encaminhar sinal de internet até a casa ou empresa do cliente. 

Os serviços ONTs são disponibilizados por comodato, na residência do consumidor para a instalação da rede, o que conhecemos como  modem. 

Por outro lado, o ONU é utilizado para transmitir o sinal recebido por meio do terminal OLT, convertendo em sinal elétrico a ser encaminhado pela arquitetura FTTH. Trata-se de um equipamento que não depende de fonte de energia. 

Quais são suas principais diferenças? 

Nos serviços ONT, o usuário final possui em suas dependências um dispositivo ativo para captar e transmitir o sinal de conexão, convertendo o sinal oriundo do provedor através de uma rede passiva em sinal elétrico. 

Esse modelo pode ser configurado, contando com entrada para variados serviços, como banda larga, telefonia e vídeo. Normalmente, o aparelho possui WiFi e permite conectar mais de um equipamento sem uso de cabos. 

No caso das unidades ONU, o sinal da rede do provedor é obtido através de aparelhos que ficam localizados em dependências externas, como vias públicas, pedestais, armários ou bastidores.  

Esse modelo não precisa de fonte elétrica, sendo alimentado de forma autônoma. As interfaces não são diretamente feitas nas residências dos consumidores, mas o acesso ao sinal de rede é igualmente garantido nos dois serviços. 

Quais os pontos fortes e fracos dessas tecnologias? 

A escolha vai depender do tipo de serviço que é oferecido, levando em consideração a distância e acesso ao local de atendimento. Assim, a melhor opção vai depender do projeto de rede que o engloba. 

Existem muitos modelos de ONU e ONT, desde aparelhos simples, com somente uma porta Ethernet, até os que possuem WiFi e voz.  

Nas opções ONT é preciso utilizar fonte elétrica nas dependências dos clientes, e a falta de energia pode ser um problema. Contudo, muitos ONTS contam com backup de bateria para manter a conexão caso a eletricidade caia. 

Nos pontos ONU, a autonomia sobre o aparelho é menor, mas conta com um bom preço e são muito presentes em residências, comércios, prédios antigos e outras situações em que é necessário distribuir o sinal dentro da unidade. 

Ademais, é essencial ressaltar que não existe uma escolha melhor ou pior, já que cada modelo tem seus pontos fortes e fracos a depender das demandas do consumidor final.  

Um aparelho pode apresentar mais facilidade, mas custar um pouco mais, por exemplo. Saiba equilibrar essa questão para elaborar um bom projeto de rede. 

Por fim, quando se fala de tecnologia, é preciso aplicá-la corretamente. Nesse sentido, é muito importante contar com uma fornecedora profissional a fim de conseguir bons serviços de internet.  

São profissionais qualificados que podem auxiliá-lo na instalação de rede. Nesse contexto, saiba que nós da MK Solutions entendemos as suas necessidades como nenhuma outra empresa no mercado e estamos sempre ajudando diversos provedores a crescerem. 

Agora, você sabe o que é ONU ONT, o que os diferenciam e quais são seus principais pontos negativos e positivos. Quer saber mais sobre? Então, entre em contato conosco e conheça os nossos serviços!

Você também pode gostar

Deixe um comentário